Zero-Day Domains: Novo domínio, velho trabalho

Quem é do meio do email marketing já deve ter ouvido falar em um pre-requisito de entregabilidade chamado “warmup de endereços IP“. Assunto dedicado a alavancar a reputação de um endereço IP através dos diversos sistemas anti-spam e redes de informação relacionadas a segurança, esse não é a única panela que precisa ser “aquecida”. Tem que ter feijão, mas tem que ter arroz também.

Você confiaria naquela padaria que acabou de abrir, toda bonitona, com cesto de pão super decorado com cara de “banhado a ouro”? Mas de onde vem o pão? E aquela padaria da esquina que é aquela que vende o pão que te acompanhou por toda a infância, que, mesmo não sendo tão bonita nem tendo um cesto de ouro como a mais nova, nunca te deixou incapacitado em um hospital? Mas pensando bem, há muito tempo, essa velha conhecida também já foi uma novata (suspeita) no pedaço. E agora?

Você acabou de registrar um novo domínio para um novo produto que acabou de ganhar um hotsite novinho. Você acabou de separar um grupo de IPs que estava constantemente enviando campanhas com ótima receptividade, com uma lista de contatos de clientes que interagem positivamente. “Pão novo quentinho”, você pensa… e ao enviar o primeiro teste para o seu e-mail do Gmail, SPAM!!!! “WTH????”, você pensa.

Alguns sistemas anti-spam verificam não só a reputação do seu IP mas também a reputação do seu domínio. Esse conceito é velho. Pode-se dizer que nem são alguns sistemas e sim TODOS os sistemas anti-spam verificam a data de criação/publicação de um domínio, ou uma URIBL, ou até mesmo uma base de dados de informação interna composta por recursos próprios e de terceiros para saber por onde aquele domínio já passou e qual a reputação que ele tem/recebeu. Uma simples consulta “whois” é suficiente para uma parte importante dessa informação que é a idade do domínio.

Nunca usei de fato mas já ouvi falar que a Barracuda Networks, um dos maiores players do mundo em sistemas anti-spam, entre outras coisitas mais, tem em seus sistemas esse recurso.

E agora? Quem quer pão novinho fresquinho?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>