Esquentando os IPs e sua entregabilidade

Warming up de endereços IP. Bem, para quem não sabe o que isso significa, explico: Todo endereço IP, desde que novo, desde que nunca usado para e-mail, desde que nunca usado em serviço nenhum, aquele IP “virgem”, terá uma reputação “nula” atribuída. Essa reputação dita nula pode ser por exemplo de 50% (nem bom, nem ruim. Nula, de fato!). Mas, dependendo do provedor, geralmente o tratamento é do tipo “você não presta até que prove o contrário”. Por isso, começar a usar um IP fazendo campanhas de baixo volume, lista de contatos e conteúdos feitos um para o outro e um domínio que faça sentido para o público escolhido é importante para melhorar essa reputação.

O fato é que hoje, o conceito acima é muito mais amplo do que simplesmente ter um bloco de endereços IP, fazer envios de campanhas controladas e medir a reputação através das ferramentas conhecidas. Hoje os sistemas que “rankeiam” seu IP são muito mais complexos. E consideram muito mais variáveis do que antigamente. Hoje temos que contabilizar tudo! Por exemplo, a qual região geográfica pertence o bloco (ASN) que contem seu endereço IP? Indo mais a fundo, a qual país esse bloco foi cedido? Brasil?
Qual ISP/Datacenter teve a honra de receber a responsabilidade da subrede que contem o seu endereço IP? Qual a reputação dessa região ao redor do mundo? Qual a reputação do seu ISP? Qual a reputação do domínio do cliente que usou esse IP antes de você? Onde você está enfiando o pé?

Junte a isso o fato de que o assunto da escassez dos endereços IP versão 4 (que é usado globalmente nos serviços de e-mail) não é brincadeira! Tente conseguir uma rede e use o argumento real: “quero enviar e-mails!” ou “estou montando um serviço de e-mail marketing” para ver se é fácil. Não mesmo! Pelo menos não nos datacenters mais conhecidos.

Uma estrutura bem montada seguindo as melhores práticas de mercado, compliance com as RFCs necessárias, mecanismos de autenticação e seja lá o que mais houver de pre-requisito técnico para o envio de e-mails com qualidade não se sobrepõe ao histórico que o seu endereço IP tem guardado internet afora. Think about it!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>