Combate ao SPAM com a Microsoft

Essa é uma prática que eu já sabia que a Microsoft, fazia mas nunca tinha visto. Nos últimos dias eu fui convidadeo, através de um email do domínio outlook.com, a participar do programa de combate ao spam – SpamFightersProgram. Veja a mensagem que recebi na minha caixa:

Programa de Combate ao SPAM

Email enviado pela Microsoft para meu endereço de email no outlook.com

Combato ao SPAM Microsoft

Ok, então! Vamos participar ;)

É claro que eu optei por participar mas como uso muito pouco essa conta, passei quase uma semana sem acessá-la. Até que resolvi fazer um teste de uma campanha que estava desenvolvendo e coloquei esse mesmo endereço na lista de contatos de teste. Quando fui verificar como o email da campanha havia chegado eis que estava lá a mensagem me perguntando se aquela campanha era spam ou não.

 

EEEi! Esse e-mail não é SPAM

EEEi! Esse e-mail não é SPAM

Respondi a esse e desde então venho respondendo regularmente quando me perguntam o que eu acho que seja ou não spam.

Pensando sobre o Combate ao SPAM

  1. Eu já ouvi (e li) várias vezes que a Microsoft e o time do Outlook.com mantém a reputação dos seus usuários “por mailbox”, ou seja, cada um usuário de outlook.com tem seus comportamentos analisados e com isso, uma parte da reputação de um disparador (branquelo, cinzento etc) é contabilizada em um contexto unico também!
  2. Digo “também” na afimação anterior pois é claro que eles não deixam de contabilizar a reputação “geral”, ou seja, quando eu pego um e-mail e mando para o lixo eletrôncio, ele não só conta como um conteúdo que EU não quero receber, como também afeta todo o “ecossistema” e, é claro, outros usuários.
  3. Suponhamos então que um desses usuários afetados “indiretamente” pela minha escolha (e de todos os outros usuários reclamões), resolva tirar esse e-mail do lixo eletrônico e o coloque de volta em sua caixa de entrada. Isso afetará todo o ecossistema igualmente? É claro que não! Essa escolha afetará APENAS a ele próprio e não mudara de forma geral a reputação do disparador.
  4. Enfim, quando eu “reporto” um e-mail enviado (e referenciado) pelo SpamFightersProgram@hotmail.com como sendo um SPAM, eu estou obviamente que contribuindo para todo o ecossistema. Agora imagine que dos seus 1.000.000 emails enviados na última campanha, 1000 desses reportem seu e-mail como sendo “lixo eletrônico”? Onde vai parar a sua reputação?

Sim, casos como esses, são feitos para se pensar, até mesmo porque NENHUM PROVEDOR publica suas regras antispam (os motivos são óbvios). Sendo assim, nós disparadores, branquelos ou cinzentos, temos que “pensar” e trabalhar com nossas percepções. Testes, muitos testes!