Category Archives: Notas

Notas sobre tudo e qualquer coisa

VirtualHost no Apache 2.4 em VPS rodando CentOS 7

Não sou expert em webserver mas há tempos uso o Apache para os projetos onde sou envolvido. Com o tempo algumas coisas se tornam “automáticas” devido a repetição, o que está mudando com o uso dos automatizadores como Chef ou Puppet. Mas o fato é que com o advento do Apache 2.4 vindo por padrão no CentOS 7, algumas coisas básicas mudaram:

Versão do Apache me execução em uma VPS com CentOS 7:
# apachectl -v
Server version: Apache/2.4.6 (CentOS)
Server built: Jul 23 2014 14:48:00

“NameVirtualHost: *80″

Essa instrução, usada para “ativar” o uso de virtual hosts no webserver, não é mais usada no Apache 2.4 e deve ser totalmente removida.

“Order Allow,Deny
Allow from all”

Essas instruções, muito usada principalmente em sites pequenos sites de intranet e projetos menores também não é mais usada (uma pena! Eu gostava dela :D). Era uma forma simples de controla o acesso, principalmente por IP, ao site/recurso. No caso acima, a galáxia toda seria permitida. Bem, o fato é que se você quiser usar esse recurso novamente (dá-lhe saudosismo) pode reativá-lo carregando um módulo específico:

LoadModule access_compat_module modules/mod_access_compat.so

A nova forma de controlar o acesso ao seu site é usando a instrução “require”. Veja o exemplo abaixo com as linhas em destaque:

<VirtualHost *:80>
 ServerName quebratudo
 ServerAlias quebratudo
 DocumentRoot /var/www/quebratudo
   <Directory "/var/www/quebratudo">
     AllowOverride All
     Require local
     Require ip 192.168.3
   </Directory>
</VirtualHost>

Acesso liberado para a rede local + rede 192.168.3.0/24

Done!!!

 

Ioncube Loader

Existem 2 sistemas de e-mail marketing que permitem instalação em uma infraestrutura própria e disputam a preferência de quem quer oferecer soluções customizadas: Interspire Email Marketer e Octeth Oempro. Ambos tem como pré-requisito o uso de ioncube loader para PHP. Ioncube é usado para criptografar e acelerar o carregamento de arquivos php.

A instalação e carregamento é muito simples:

Download:

# wget http://downloads3.ioncube.com/loader_downloads/ioncube_loaders_lin_x86-64.tar.gz

Extração:

# tar xvfz ioncube_loaders_lin_x86-64.tar.gz -C /opt/
ioncube/
ioncube/ioncube_loader_lin_5.0.so
ioncube/ioncube_loader_lin_4.3.so
ioncube/ioncube_loader_lin_4.2.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.6.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.3.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.5_ts.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.4.so
ioncube/ioncube_loader_lin_4.3_ts.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.5.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.4_ts.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.3_ts.so
ioncube/ioncube_loader_lin_4.4.so
ioncube/ioncube_loader_lin_4.4_ts.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.2.so
ioncube/ioncube_loader_lin_4.1.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.1_ts.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.0_ts.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.1.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.6_ts.so
ioncube/ioncube_loader_lin_5.2_ts.so

Agora é só editar o arquivo /etc/php.ini e inserir a linha abaixo logo no início do arquivo:

 zend_extension = /opt/ioncube/ioncube_loader_lin_5.4.so

Feito isso e arquivo salvo, basta fazer o reload do seu web server ou application server.

Em um arquivo com phpinfo() você consegue conferir o módulo carregado:

Zend Engine v2.4.0, Copyright (c) 1998-2013 Zend Technologies
    with the ionCube PHP Loader v4.7.1, Copyright (c) 2002-2014, by ionCube Ltd.

Done!!!!

Coisas Legais do CentOS 7

Sempre me dei bem com distribuições linux redhat-like e por isso sempre me dei muito bem mesmo com CentOS. A versão 7 tem um monte de coisa nova. Resolvi atender com CentOS 7 um cliente antigo que queria novos servidores no ar.

Cadê o bendito ifconfig????

Bem, conheço as ferramentas ip (iptools) mas sempre uso ifconfig. Pois eis que no CenOS7 usamos ip addr e ip link para saber sobre nossas interfaces. Saudoso como sou, instalei o pacote que precisava para ter o ifconfig funcionando

# yum install net-tools

done!!!!

Cadê meus scripts init.d ????

Já era!!! /etc/init.d/nome-do-serviço reload já era! Agora o negócio é usar o comando systemctl:

# systemctl –help
systemctl [OPTIONS...] {COMMAND} …

Query or send control commands to the systemd manager.

-h –help Show this help

done!!!

 O que mais mudou???

Com certeza mais uma penca de coisas.  Com certeza muito mais eu vou descobrindo conforme uso o novo sistema. Mas eu confio nas mudanças da comunidade opensource. Consigo lidar com elas muito bem. Já na outra comunidade…. é preciso estar sempre muuuito atento!!!

Trocando senha de usuários MYSQL

Para trocar senhas de usuário MYSQL/MariaDB (table user, database mysql):

SET PASSWORD [FOR user] =
    {
        PASSWORD('cleartext password')
      | OLD_PASSWORD('cleartext password')
      | 'encrypted password'
    }

Exemplo:

MariaDB [mysql]> set password for ‘o-tal-do-user’@'o-tal-do-host’ = password(‘blablabla’);

Done!